Reiyukai do Brasil

Quando todos em uma família usam palavras agradáveis, isso leva a boas causas cármicas.

Relatos de Experiência

Luciana R. B. Dutra (Indiana, EUA)

20/08/2020

 

Meu nome é Luciana, tenho 48 anos, casada e mãe de dois filhos. Moro nos Estados Unidos há três anos. Nesta época sofri com muita ansiedade e angustia, pois eu e minha família não conseguíamos nos adaptar, tínhamos muitas dificuldades, ...

...Leia mais

Tamara Arruda (São Paulo)

28/11/2019

 

O meu entendimento de amor dentro da pratica é o amor filial, amor com nossos pais, madrinhas, antepassados. Nosso carinho com nossos afilhados só entendi praticando com afilhado.   Quando eu comecei a participar na Ala Jovem eu era Jumpô e não ...

...Leia mais

Voltar